Notícia Retornar para página inteira

[10/10/2019] Escola Superior do Ministério Público do Estado de Rondônia é instalada e contribuirá para o desenvolvimento científico do Estado

A criação da Escola Superior do Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Lei Complementar nº 1.030, de 16 de julho de 2019, agora efetivamente instalada, vai promover academicamente a produção de conhecimento científico de membros, servidores e estagiários, trazendo evidente capacitação e aperfeiçoamento dos integrantes da Instituição, contribuindo para a melhor prestação de serviços a toda a sociedade rondoniense.

Dentre os objetivos da Escola Superior do Ministério Público do Estado de Rondônia estão: iniciar novos integrantes da Instituição no desempenho de suas funções institucionais; aperfeiçoar e atualizar a capacitação técnico-profissional dos Membros, Servidores e estagiários do MPRO; desenvolver projetos e programas de pesquisas na área jurídica; zelar pelo reconhecimento e a valorização do MPRO como instituição essencial à função jurisdicional do Estado e promover ações de qualificação e capacitação voltadas para o desenvolvimento e aprimoramento contínuo de membros e servidores, com foco na qualidade de vida.

A Escola terá corpo próprio de docentes e instrutores e atenderá entidades e órgãos públicos parceiros, abrindo a estes, oportunidades de vagas em cursos e treinamentos, estimulando a cooperação em busca de melhor aperfeiçoamento do conhecimento em nosso Estado.

Outro aspecto importante da criação e instalação da Escola é proporcionar o início do processo de sua transformação em Escola de governo, o que viabilizará a realização própria de cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado, bem como, de uma editora própria para publicação de obras de interesse da Instituição e da sociedade em geral.

A escola conta ainda, com um sistema de gerenciamento de eventos, disponível no endereço http://esmpronet.mpro.mp.br/, onde os interessados podem consultar todas as informações sobre os eventos promovidos pela ESMPRO, bem como, às inscrições, emissão de certificados aos participantes, videoteca, bibliotecas virtuais e a Revista Jurídica do MP.

A administração da Escola será exercida pelo Diretor-geral, Promotor de Justiça Jorge Romcy Auad Filho, escolhido pelo Procurador-Geral de Justiça, que apreciará e deliberará, previamente, sobre todos e quaisquer assuntos pendentes para concretização das ações da unidade, e em seus impedimentos o cargo será exercido pelo Promotor de Justiça Marcos Valério Tessila de Melo.
 


Fonte: Ascom MPRO